segunda-feira, 18 de junho de 2007

Adivinhem?!

OK! Não se apoquentem mais...
Eu dou já a resposta: Laica; I Laica, outra vez!

Até ver, o programa das festas dita isto:

PROGRAMA da 7ª FEIRA LAICA
BEDETECA de LISBOA
23 e 24 de JUNHO de 2007
Das 14 às 22H {23 de Junho}
Das 14 às 20H {24 de Junho}

********************************************************************
A cooperativa Laica regressa aos jardins da Bedeteca para a reposição de um clássico de verão. Uma verdadeira orgia de comércio cultural justo. Do disco de vinilo em 2ª mão ao último fanzine, do acessório de moda ao original de ilustração, de objectos vintage à serigrafia, quase tudo o que interessa pode ser adquirido na Laica. O evento cultural mais total de que há memória.

********************************************************************

NO JARDIM E NO PÁTIO

#1.: Banca de artesanato urbano, plantas e objectos vintage
{com a participação confirmada de Liliana Maia, Dina Ladina, Robô Maria, Manuel Leitão, João Bragança, Goto design, Papua Azul, Débora Figueiredo e Sílvia Moldes, Entulho Craft, Dimensu Biju, Perlimpimpim, Teresa Ferreira e Ana Borlido, Joana Martins, Laura Wise, Isabel Aleixo, Corte na Costura, Susana Barros, Senhor de si}

#2.: Mini Laica {sábado 23}
{um espaço dedicado às trocas entre as crianças, em que estas poderão comprar e vender brinquedos, livros e outras coisas a um preço que não poderá exceder 1 euro}

#3.: Concertos {Sáb. e Dom., a partir das 20h}
{a música invade a Bedeteca pela tardinha com os Tiago Guillul (Sáb.) e os Lobster (Dom.)}

#4. Feira de edição independente
{o fervilhante mundo da edição sem apoios mas com muito amor às divindades gráficas exibe-se no jardim. Participam alguns dos maiores palácios do sub mundo editorial: Chili com Carne, MMMNNNRRG, Imprensa Canalha, Opuntia Books, Thisco, Filipe Leote, Primeiro Exemplar, El Prints, Mike Goes West, Geraldes Lino, El Pep, Silent Wall Army (Sérvia), Black Velvet (Itália) – com a presença de Alberto Corradi, Pedra no Charco, Groovie Records, Bedeteca de Beja/ Toupeira, A Mula e a Bíblia}

#5. Espaço da 2ª mão
{uma grande selecção de livros e discos a preços que alguém considerou “miseráveis”}

#6. Animação infantil
{várias actividades para animar os mais pequenos: À descoberta dos Heróis de BD [sábado e domingo, às 17H30 – Um jogo de mímicas. Forma-se uma dupla e através de mímicas, quem adivinhar de que herói se trata ganha prémios]; o ABC ilustrado [a partir das 15H e durante todo o dia de sábado e domingo - Tira uma letra do abecedário e ilustra uma palavra a partir desta letra; o atelier de fantoches de meia [sábado às 16H] e a Máquina de Desenhar [sábado e domingo, a partir das 16H – um colosso mecânico que executa em segundos qualquer desenho a pedido das crianças]}

NA SALA DE EXPOSIÇÕES

#7. Exposição de ilustração «Tropa Macaca»
Inaugura dia 23 e está patente até dia 25 de Agosto.

Todos os anos magotes de jovens, valorosos talentos, são recrutados e enviados para a frente profissional da selva dos periódicos e editoras, entidades perigosas no trato com o inimigo e traiçoeiras na movimentação bélica. O ilustrador é tropa macaca, soldado raso e carne para canhão, mas ao mesmo tempo um empecilho porque responde ao inimigo (o editor cinzento e o designer resignado) com imaginação e destreza – muito para além do que lhe foi pedido – e por isso é visto com desprezo por quase todos.
Estes talentos-armados insistem contra todas as expectativas e contra todos até porque, para dizer a verdade, eles não sabem fazer outra coisa a não ser disparar no papel ou no monitor figuras estropiadas e contorcidas, cenários devastados, armas de morte, instrumentos de tortura e vítimas de situações extremas. Se ao menos pudessem voltar para uma casa editorial onde todos os respeitassem e os amassem… mas não! O mundo é cruel e sem sentido…
Quando se anunciou que na Feira Laica iria haver uma exposição com um apanhado destas imagens dramáticas realizadas no último ano por bravos soldados como José Feitor, Jucifer, André Lemos, João Maio Pinto, Pedro Zamith, Filipe Abranches, Edgar Raposo, Luís Henriques, Artur Varela, Rosa Baptista, Nuno Sousa, Zé, Miguel Carneiro, João Fazenda, Marco Mendes, Carlos Pinheiro, Mina Anguelova, Rui Vitorino Santos, Júlio Dolbeth, Bruno Borges só me apeteceu chorar, tal como todos os anos choro quando visito a “World Press Photo”, aquela exposição onde se revive as melhores desgraças do ano… Pior que a Guerra são os voyeuristas, que poderão encontrar entre 23 de Junho e 25 de Agosto mais um conjunto de imagens de combates ferozes desta Tropa Macaca.
Olivais, 11/06/07
Sub-comandante Marcos


NO AUDITÓRIO

#8. Oficina de Serigrafia
{o atelier Mike Goes West leva à Laica a magia da serigrafia artesanal, essa maravilhosa técnica de impressão. Sem truques e à vista de todos. Vários ilustradores criarão as imagens que serão depois impressas}

********************************************************************
Fica a solicitação habitual: apareçam!!!

Até breve!

1 comentário:

miquinhas disse...

Bem, isso é um acontecimento para todos os gostos, géneros, condições, idades e outras coisas mais.
E como não podia deixar de ser, o nome Isabel Aleixo também consta do programa. Ainda assim, quem é que poderia julgar que uma feira se poderia assim apelidar se não contasse com tão grande nome do artesanato urbano nas suas actividades? Até me constou que esta Laica só foi em frente depois da confirmação de tão majestosa presença.
Não se esqueça, Alteza Dácámissensse, de chupar uns caramelos tomilho-limão, são garantia de sucessos estrondosos.
Beijinho grande e arrasa com aquilo tudo (no bom sentido claro está, acho que os pijamas às riscas não te ficariam nada bem)