quarta-feira, 25 de abril de 2007

Sempre!

Ainda que tarde, o Cravimisso vem reiterar: Sempre!
As coisas importantes valem por si só, independentemente de tudo o resto.
Como toda a coisa importante que se preze, a memória é aquilo que a torna especial...
A memória é o nosso trunfo para a imortalidade.
Conheço certa lápide que, a este propósito, relembra «Um homem só morre quando os outros o esquecem!»
Parafraseando: «O Sempre! só morrerá se nós esquecermos a sua importância!»
Não quero esquecer, gostava que ninguém esquecesse!
Todos ao Ginseng para que a nossa memória possa prolongar-se por muitos e muitos anos!

1 comentário:

dulce maria disse...

Sou Dacamissiono dependente! Assumo!
A minha amiga Isabel tornou-me assim. Paciência! Se o teu cravo floresceu,amiga, a minha Maria Abril renasceu!Está linda e engalanada!Pena ainda não ter possibilidade de a mostrar!Mas vai estar na Expo, em Maio, para todos a poderem ver. Bem junto aos meus docinhos e aos teus sonhadoes Dacamissos, a minha Maria Abril vai lá estar, prometo!Palavra de Gota de Água.
Escreves para deliciar. Dás momentos de pura poesia.Obrigado.